Edital 02/2019 – ROBISSON GOMES DE ALENCAR

Notícias

“Ele viu e acreditou” ( Jo 20, 8 ) 07/04/2019

É essencial para a vida de seguimento a Jesus Cristo a prática de exercícios espirituais com a finalidade de viver momentos abrasadores de amor e de intimidade com o seu Senhor. Tal vivência é prevista e orientada pela Igreja em seus documentos, um exemplo é a Ratio Fundamentalis Institutiones Sacerdotalis que afirma: “são de importância fundamental para a vida do sacerdote, enquanto, facilitando o encontro pessoal com o Senhor no silêncio e no recolhimento, constituem um tempo privilegiado de discernimento pessoal e apostólico, para uma revisão progressiva e profunda da própria vida…” (p. 71). Obedientes as recomendações da Santa Igreja os seminaristas das dioceses de Cajazeiras, Crato, Iguatu e Quixadá, juntamente com o reitor Padre Francisco Otaviano, vivenciaram o retiro anual ministrado pelo Padre Silvio Scopel, consagrado de votos definitivos da Comunidade Católica Shalom.

Amparado na Sagrada Escritura, mais especificamente na passagem tirada do evangelho de São João “Ele viu e acreditou” (Jo 20, 8), na Tradição da Igreja e no próprio testemunho de vida, o Padre Silvio Scopel motivou os jovens vocacionados a olharem com gratidão o passado, viver com paixão o presente e abraçarem o futuro com esperança. “Vale a pena ser Padre. É muito feliz o sacerdócio”. Afirmou o reverendíssimo ao final do retiro.

Acolhidos pelo belíssimo convento dos Frades capuchinhos, que através de sua beleza e tranquilidade ajudaram na interiorização dos ideais propostos durantes os quatro dias de profunda reflexão e oração. Foram pontuadas várias questões, tais como: a santidade do discipulado, doação livre de si ao outro e busca da felicidade através da caridade, olhar as etapas da vida com fé, cultivar a esperança, a alegria do serviço, a correção fraterna como ato de amor e cuidado ao próximo, a busca da perfeição cristã, o abandono em Deus de coração, as características da santidade, a importância de se cultivar a parresia, a vivência sadia da castidade, o celibato como um sim a paternidade universal, sexualidade, as razões de nossa esperança e a necessidade de ter intimidade com Deus.

Ao final, com grande satisfação, os seminaristas avaliaram positivamente toda a estrutura do retiro e testemunharam gratidão perante o pregador, Padre Silvio Scopel, que graças ao seu testemunho de amor ao sacerdócio e fidelidade a Igreja, soube transmitir, aos aspirantes ao sacerdócio, os caminhos a serem percorridos para que, futuramente, tornem-se padres com cheiro de ovelha e sorriso de pai.

Por: Seminário Maior Diocesano Nossa Senhora Imaculada Rainha do Sertão.